Sunday, July 31, 2011

COTIDIANO

A cena se passa em um consultório médico:
- Doutor, não sei o que acontecendo comigo, ando muito esquisito. Imagine que quando vejo pessoas sofrendo ou cenas dos ataques israelenses na Palestina, ou mesmo criancas de paises africanos...eu choro!
-Hum...vou receitar um antidepressivo...
-Mas este? Eu tenho problemas de gastrite!
- Sem problemas, vou receitar este aqui, toma junto também.
- Mas doutor,esse ai ataca meu fígado, que está meio cirrótico...
- Ah, não tem problema, vou acrescentar mais este remedinho aqui...
- Mas...não sei não, é que já tomei esse duas vezes e ele me dá insônia!
- Isso não é problema! O senhor vai tomar duas horas antes de deitar também este outro medicamento aqui! Vai dormir como um anjo..
- Eu tenho de acordar cedo, pegar trânsito pesado e...
-Ah, fique tranquilo, logo que acordar o senhor toma esse aqui...calma que tenho amostra grátis, é uma cortesia!
- Será? Sabe  o que é, já tomei duas vezes e esse tipo de medicacão dispara a minha pressão arterial, me dá uma paura, parece que vou ter um treco!
- Bom, para garantir, vamos fazer outra receitinha para este aqui, que vai ajudar se der enjôo também.
- Mas eu li  na internet que esse aqui deixa a pessoa agitada agitado e...
- Acalme-se, por favor. Ainda não terminei. Esse aqui e mais este aqui, vai ficar tranquilo, tudo azul e lindo!.
- Nossa, mas este aqui não é aquele que todo mundo fala que dá depressão?
- Sim, mas vou lhe receitar um antidepressivo.
-...outro?
- Ah, já lhe receitei o antidepressivo? Hum, certo.  Vamos apenas aumentar a dose...
mirna monteiro

Saturday, July 30, 2011

DIÁLOGO RADICAL

A esposa cautelosa fala com o marido radical, que está lendo jornal:

Ela - Querido, soube que estão misturando palha no café em pó! Misturam também milho torrado e até substâncias nocivas à saúde!

Ele - Então suspenda o café!

Ela - E o leite? Está uma coisa horrorosa! Não há higiene e ainda por cima descobriu-se que o leite pode estar adulterado, com água e substâncias químicas para encorpar!Horrível isso!

Ele - Suspenda o leite!

Ela - E o pão? É revoltante, não tem mais qualidades nutritivas e ainda por cima ninguém consegue impedir o uso do bromato, ai de nós! A Lucinha viu um dos padeiros tossir sobre a massa dos pães...e aquele caso em que encontraram pêlos no pãozinho???????

Ele - Suspenda o pão!

Ela - Também dá medo de comer carne. Dizem que os matadouros clandestinos matam bois doentes. Falam em carne de cavalo, de cachorro, sei lá como isso foge à fiscalização. Que dão anabolizantes! Além disso os bois são assassinados a porretadas, é muito cruel!

Ele- Suspenda o carne!

Ela - Ah, ia me esquecendo do caso da margarina. Imagine que ela é feita com produtos minerais, até petróleo tem. E a margarina vegetal? Sabia que é escura, marrom e pra ficar amarelinha eles usam hidrogenagem que gruda nas artérias? Nada como margarina para aumentar o colesterol!

Ele - Suspenda a margarina!

Ela - Coisa grave é o que está acontecendo com legumes, verduras! A vizinha conhece uma plantação que é regada com água contaminada. E os defensivos? São substâncias quimicas que eles usam para eliminar as pragas e que podem provocar o câncer nos seres humanos!

Ele - Suspenda legumes e verduras!

Ela - Dizem que as frutas também...

Ele - Suspenda as frutas!

Ela -Mas bem, as coisas estão piores do que a gente pensa. A Mariana veio me mostrar uma reportagem que assusta. Sabe que galinhas e frangos são alimentados com hormônios para engordar? E as rações contaminam a carne dos frangos e até a gema dos ovos?

Ele - Suspenda a carne de frango e os ovos!

Ela - Mas o pior, o pior acontece com os produtos enlatados. Para conservar esses produtos são utilizadas drogas perigosas para os seres humanos. E os corantes e conservantes de nome esquisito? Dizem que até congelados podem estar contaminados por desleixo no transporte ou conservação. Há uma tal de salmonela...

Ele - Suspenda os produtos enlatados e congelados!

Ela - Mas pera aí. Precisamos tomar muito cuidado com o presunto que você adora comer! Ele contém excesso de fosfato. Não viu na televisão? Provoca alterações graves no organismo!

Ele - Suspenda imediatamente o presunto!

Ela - Mas e o arroz? Sabe que esse arroz vendido por ai pode acarretar problemas à saúde? Sizem que é polido demais, é um arroz industrializado, inclusive com substâncias tóxicas! Se fizerem uma vistoria séria, a maioria não escapa, pois tá cheio de ácaros...

Ele - Por Deus, suspenda o arroz!

Ela - Mas até o macarrão está sendo condenado!Ao invés de ovos usam produtos quimicos e...

Ele - Suspenda o macarrão!

Ela - Mas e os peixes? Onde é que morreram milhões de peixes mesmo? Por causa da contaminação das águas do mar. Os navios despejam porcarias e os peixes são contaminados, nos rios também há contaminação por mercúrio e outros metais! Os peixes vendidos podem estar também mal conservados e...

Ele - Suspenda definitivamente os peixes!

Ela - Já ouviu falar do tal glutamato nos queijos? Dizem que causa uma doença esquisita na gente, é...

Ele - Suspenda o queijo!

Ela - Mas você adora doces industrializados, sabe que eles também contém aditivos perigosos? E há mais, pesquisas mostraram que há elementos nocivos no açucar branco, sabe que açucar é marrom, né, e pra branquear, já viu, açucar refinado prejudica muito...

Ele - Suspenda os doces, o açucar, os adoçantes e o diabo!

Ela- Como se fosse suficiente! E o problema da água? Usam muito cloro e um tal de fluor que é despejo químico do primeiro mundo! Já se sabe que isso faz um mal danado...

Ele- Suspenda a água!

Ela - ...Como se não bastasse isso, estamos no limite respirando tanto gás venenoso no ar, eles estão provocando muitas doenças.

Ele - (Exasperado)Suspenda a respiração!

Ela - (surpreendida) Mas querido, se a solução for suspender água, comida e ar, vamos morrer!

Ele - Solução mais higiênica não existe! Pelo menos morremos com saúde!
(do jornalista e escritor Roberto Monteiro)

Tuesday, July 26, 2011

CONSIDERAÇÕES SOBRE A INVEJA

Não, não se trata de correr em busca do sal grosso, de carrancas e patuás. Ainda que a inveja possa ser tratada de forma doméstica - como uma dor-de-cotovelo entre amigas, o aborrecimento por atributos que um colega de trabalho ou até um desconhecido que tenha projeção na mídia possuam em detrimento de seus próprios, o carro luxuoso que você não pode ter ou um simples sorvete maior que o outro, ela é sem dúvida perigosa.
A inveja transtorna e causa doenças para aqueles que ficam ruminando suas decepções e tristezas. Mas se o "olho gordo" é tratado popularmente de maneira até folclórica e bem humorada, esse tipo de sentimento pode ser considerado a própria origem do mal.
A inveja é menosprezada em sua nocividade. Causa mais estragos do que poderíamos supor. Provavelmente ela se esconde, quietinha e camuflada, nos bastidores de todas as grandes desgraças da humanidade.
Exagêro? Não exatamente. Veja só o caso de Caim e Abel... os mais céticos devem reconhecer que não há como negar a antiguidade da inveja, tampouco a sua realidade, mesmo abominando o registro bíblico.
Ela ( a inveja) está onipresente nas grandes guerras, nas revoluções, no sadismo da humanidade. Calígula era extremamente invejoso e isso norteava a sua crueldade. Poder e inveja formam um coquetel desastroso. Hitler era frustrado pela sua falta de talento, tanto que imaginou um mundo onde toda a arte existente estaria sob sua guarda. De preferência acabando com os autores, porque a inveja admira o talento, mas não pode perdoa-lo.
A inveja é amiguinha da mediocridade. Vivem de mãos dadas, suportando-se mutuamente, mas tentando unir-se para destruir o objeto de sua ira. É, porque a inveja se esconde também sob a ira, esse sentimento odiento que faz o sujeito cuspir a maldade. A dramaticidade aqui é importante para definir a balbúrdia criada na humanidade por esse sentimento inerente, que habita a alma humana como um protozoário potencial, ou um defeito natural em hibernação - se não for vigiado acaba ganhando espaço.
No final das contas a única alternativa para evitar que a inveja faça seus estragos é cultivando o próprio talento. Uma espécie de "vacina" contra esse mal, que permite uma vida menos espremida e perigosa, dolorosamente competitiva e regida pela moral e valores supérfluos que pretendem controlar o mundo da mesma maneira que se controla o gado no pasto.
Se a virtude depende de disposição para para criar e construir, a inveja também depende da decisão de não permitir o artificialismo do poder. De alguma forma é preciso quebrar o círculo vicioso que impõe a agressividade na conquista de um espaço através da eliminação do objeto da inveja, que afinal pode ser sublimada, como todo e qualquer sentimento, individual ou políticamente no espaço coletivo. (Mirna Monteiro)

Monday, July 25, 2011

OLHOS PARA O CÉU

A possível visão de um objeto voador não identificado mexe com as pessoas, excita a mente, dá agulhadas na criatividade, aumenta a adrenalina e a sensação do inusitado. Discos voadores aparecem no cotidiano com frequência, pelo menos do ponto de vista do observador, leigo no assunto...ou todos seríamos especialistas em misteriosas visões de luzes piscantes ou pratos coloridos que surgem no firmamento?
Quem tem a visão solitária em geral é considerado, no mínimo, alguém confuso com algum fenômeno natural. Afinal temos objetos voadores de sobra em nossa órbita terrestre. Falando sinceramente, a humanidade nem sabe como se livrar do lixo espacial que subiu em foguetes milionários e que transformou-se em sucata orbital...contingências da ciência.
Mas será que satélites artificiais fora da órbita ou balões metereológicos dentro dela podem ser confundidos com discos voadores? Será que truques podem enganar uma assistência diversificada e com pontos de visão de diferentes ângulos?
Os felizardos que avistaram Ovnis juram que não. Discos voadores são diferentes, afirmam. Em um relato um motorista solitário, que jurou sobriedade total, afirma que viu um objeto enorme, a pouca distância, um tipo de máquina de forma ovalada com luzes ao seu redor. "Isso não é satélite nem aqui, nem em Marte" resmungou ele ao ser confrontado sobre o assunto.
É, confrontado! Não é possível aceitar a idéia de que ovnis possam ser objetos alienígenas identificados. A internet está repleta de fotos e filmagens de possíveis discos voadores. Sempre tem alguém que joga um balde de água fria nos ânimos dos avistadores dos aclamados Ovnis! "Montagem grosseira"ou "Reflexo do sol", ou "a latinha de cerveja que você bebeu, amassou e jogou", entre outras. 
Como no avistamento do objeto em Embú, na Grande São Paulo, neste domingo. Dezenas de pessoas garantem que viram o objeto, que foi filmado. Uma luz no centro, um monte de luzes azuis cercado esse miolo. "É óbvio que não é disco voador, ficou quase meia hora ali parado", setenciou um especialista em Ovnis ao ver fotos e vídeo gravado. Uma das pessoas que presenciaram a aparição ( ?) revoltou-se: "Não é disco voador porque ficou parado, piscando? Se estivesse andando seria satélite? Ou se andasse rápido seria um avião ultrassônico? Como é que ele sabe se é, por acaso ele já viu algum?"
Nessas horas os papéis chegam a inverter-se, de forma dramática: "Juro pelos meus olhos que a terra há de comer que eu ví um objeto estranho", assombrou-se um senhor que antes era cético. E um estudioso em Ovnis ironizou: "o ET desse objeto foi puxado por uma cordinha e pousou no quintal de algum engraçadinho"... Crença contra negação ou lucidez contra o medo? Medo do desconhecido, medo do constrangimento, medo de ser ridicularizado, em uma sociedade que aprendeu a pensar linearmente.
Bem, uma coisa não se pode negar. Todas as pessoas que presenciam esse tipo de experiência não aceitam contradições. A mente já antecipa a necessidade de que seja uma demonstração de que há vida extraterrestre, pois essa possibilidade habita o inconsciente humano desde sempre. A partir do momento em que aventa-se a possibilidade de enganos em uma aparição, a sensação coletiva é de grande frustação! Sentimentos opostos  em uma mesma emoção: "Meu Deus, é um disco voador, cuidado que podemos ser abduzidos" e ao mesmo instante "não seria um disco voador?...Que pena, não creio!"...

Tuesday, July 19, 2011

ESPELHO MEU

Muito provavelmente a imagem que você vê no espelho é uma interpretação muito pessoal e diferente daquela que passamos às pessoas. A explicação é a seguinte: ao observar seu próprio rosto, você já está preparado para interpretar além dos traços físicos. Também irá preocupar-se com o aspecto de um ou outro detalhe que para você é mais importante. Mas quem está "do lado de fora" de seu corpo também baseará a imagem em expectativas e interesses individuais.
A aparência física não deixa totalmente camufladas as características da pessoa, como seu caráter ou o estado de espírito. Por esse motivo passamos impressões diversas. Dizer que a primeira impressão é aquela que marcará indelevelmente a interpretação de alguém é uma "meia verdade". O que realmente marca e determina  como e quem você será para o mundo que o observa é a maneira como transmitirá pequenos ( grandes) detalhes de sua personalidade através de gestos, movimentos musculares e o olhar, captados principalmente de maneira subliminar.
E quando tentamos passar essa interpretação pessoal de nossa imagem para uma tela ou um desenho? Até que ponto vamos nortear outras pessoas para observar o ângulo e a forma que enxergamos em nós mesmos? Essa resposta pode estar nos auto-retratos de artistas famosos. Será que conseguiram expressar sua própria imagem de maneira a desnudar a alma ou tentaram idealizar a si próprios?
Em tons impressionantes, Caravaggio
colocou sua face
na cabeça degolada de Golias, participando
de um embate exemplar da inteligência contra
a força bruta 




No entanto o mestre do jogo de luz e
sombras nesta tela de auto-retrato
expressou-se com timidez, como um
observador anônimo de si mesmo.


Edvard Munch, famoso por seu estilo
impressionista em telas como "O grito"
Parece mesclar-se ao ambiente, 
diluindo a própria imagem


Van Gogh, depois do ato tresloucado que
o levou a cortar a própria orelha


Picasso e sua auto-interpretação
Parece perplexo e confuso

Tarsila do Amaral, impecável
em seu auto-retrato






O surreal Salvador Dali
de olhar enlouquecido, mas
ao mesmo tempo lúcido em
sua crítica...e auto-crítica.

Wednesday, July 13, 2011

BOIANDO NO TEMPO

Andam dizendo que o tempo não apenas não pára, como anda apressado demais. Quer dizer, volta e meia alguém faz um comentário a respeito da velocidade do tempo, como se a Terra girasse a cada dia mais rápido.
Se assim for, vamos nos transformar em um pião no cosmos. Lembro de uma frase de Garcia Marquez, que como todo bom escritor também é um pensador, a respeito do tempo. Algo que reivindicava a consciência divina sobre a pequenez humana: "Dormiria pouco, sonharia mais, porque entendo que por cada minuto que fechamos os olhos, perdemos sessenta segundos de luz"...
Se fechamos os olhos um terço do tempo de nosso dia, significa que um terço de toda uma vida passamos dormindo. Digamos que alguém com noventa anos dormiu pelo menos trinta anos. A não ser os mais insones. 
Mas, que me perdoe Marquez, acredito que aqueles que não fecham os olhos não enxergam direito detalhes interessantes da vida. Isso quer dizer que dormir - e sonhar - é fundamental para poder aproveitar os outros dois terços do dia e portanto de uma vida inteira, dure ela quanto durar.

Assim sendo, parece que não devemos abdicar do sono sagrado, pois ele significa vida. É a ponte que nos permite atingir o mundo inconsciente e as incríveis sensações que eliminam a responsabilidade pesada do mundo material. Nesse caso, não seria o esse momento o causador da tragédia da sensação de vida fugaz, do tempo cada vez mais curto e do dia volúvel, já que ninguém está reclamando que a noite passa depressa demais e sim o contrário...o tempo está correndo quando nossos olhos estão distraídos e não adormecidos!
Há previsões e ameaças boiando nesse tempo que parece estar sendo furtado aos pedacinhos. Uma delas afirma que o mundo acaba em 2012. Vamos ver....já estamos em julho, metade do ano para chegar a 2012...
Terrível! Precisamos remar para trás...Ninguém admite acreditar nessa possibilidade, mas os livros e filmes de ficção que mostram catástrofes possíveis de sacudir o planeta vendem como água! Provável veleidade? Se assim for, o prazo está curto. Melhor não ficar de olhos distraídos, porque esse tempo pode passar com a velocidade de um espirro!
Olhos distraídos, olhos atentos...Sem querer exagerar, citando a utopia concreta de Ernst Bloch, parece haver sentido na afirmação de que o mundo existente é o mundo passado. É aquilo que construímos! Mas o anseio humano na forma de inquietude ou como sonho acordado, é a vela que leva a outro mundo.
A mudança integra o elemento humano. É uma questão de optar por um mundo novo, que Huxley sonhava desesperançado, sentindo-se humilhado pelo realismo. Hoje a necessidade de imaginar um mundo novo é mais urgente.  Com tamanha desordem da emoção humana, parece ser o único trajeto palpável!
Prestando bem atenção, parece que aquele que fecha os olhos para o sono- ou o sonho -é aquele que consegue dominar o tempo em sua vigília. Enquanto que o insone vive espremido pela rotação da Terra. Ah, a Terra que, como dissemos, está virando um pião no espaço!
Mas como tudo é relativo no tempo e no espaço... (Mirna Monteiro)